Um Lugar Para Dar Valor a Vida

Quando parei o meu carro e olhei para a entrada já me deparei com eles. Estavam no portão limpando e ajeitando. Sérios e organizados faziam o trabalho. Quando olhei pela segunda vez puder ver melhor seus rostos, tinham o semblante leve e sorrisos fáceis. Cumprimentei, e eles responderam. De logo, o Matheus veio ao meu encontro, muito hospitaleiro me convidou a entrar e conhecer melhor a comunidade.

23122016-dsc_6790
É um lugar de paz, tranquilo e calmo. Se por fora é tranquilo, ainda mais por dentro.
“Quando a pessoa chega aqui é porque já sofreu demais, aqui não pode ter sofrimento.” assim disse o Sr. Hélio, responsável pela comunidade. Ele falava olhando para um dos internos que quebrava pedras do chão para que ninguém topasse o dedo em uma delas e se machuque. Em todos os cantos se nota os cuidados necessários para se evitar o sofrimento. As angustias devem sair e dar lugar a cura.

23122016-dsc_6851 23122016-dsc_6846 23122016-dsc_6842
“Nosso natal será melhor aqui do que estar lá fora. Ano que vem estaremos lá fora, mas com nossas famílias. Tamos junto. A fé de um alcança a mil.”, assim foi parte da oração de um interno antes do lanche da manhã. Ele falava de amanhã, dia de Natal.
Existe o mundo lá fora, que após alguns meses será necessário enfrentar. Mas existe aquele mundo lá dentro de muita paz, cooperação e entendimento. Lá o principal é a vida, é um lugar de valorização a vida. Por isso o nome: DÊ VALOR A VIDA. Lá a vida do viciado é valorizada. A vida do morador de rua drogado é valorizada. A vida do andarilho aprisionado pelas drogas é valorizada. A vida desvalorizada fora daqueles portões, lá encontra o seu valor.
Pra mim, mais um dia de aprendizado e entendimento sobre o valor da vida.

23122016-dsc_6804
O DÊ VALOR A VIDA, é uma ONG para dependentes químicos que se manter através de doações particulares. Quando ele mandou a sua primeira mensagem para mim, Hélio disse que suas despensas estavam completamente vazias e não tinha mais nada para comerem. Foi um pedido de socorro de alguém que gasta 20 quilos de arroz por dia. Quando alguém é liberto das drogas tem muita fome.
Eles estão precisando de doadores e apoiadores. Se quiser conhecer ou ajudar fale comigo.

devaloravida

 DÊ VALOR A VIDA faz esse difícil trabalho com dependentes químicos, através dos seus profissionais, centenas de homens puderam regressar ao conviveu com seus familiares. Esse trabalho foi fundado por Hélio Adicto, ex-dependente químico que faleceu esse ano. Hoje é tocado pela viúva dele e por Reginaldo, outro ex-dependente químico que foi reabilitado pelo instituto.

Cada um contribui com o que pode, alguns que chegam lá não tem a mínima condição de serem tratados. Então entra o nosso apoio, para levar alimentos e doações financeiras para que os trabalhos continuem a serem realizados.

Caso queira contribuir, entre em contato pelo WhatsApp: 61 984088536

Tipos de ajudas necessárias: ALIMENTOS EM GERAL, CARNES, DOAÇÕES FINANCEIRAS PARA CONTAS DE LUZ E ÁGUA

Conta DÊ VALOR A VIDA:
Banco: CAIXA
Agência: 4463  OP: 13
Conta: 2480-6
Razão social: Catia Sirlene S Rodrigues
CPF: 647.446.514-9

DÊ VALOR A VIDA
Comunidade Terapêutica para Dependentes Químicos.
Histórias reais de vidas destruídas pelas drogas e reconstruídas pelo amor.

[display-posts post_type=”null” category=”de-valor-a-vida” tag=”null” layout=”layout2″ posts_per_page=”9″ id=””]