Gestão em Projeto Social

Há muito tempo eu insisto: “Como pode doar a alguém e nem saber os benefícios que ela já recebe?”. Já encontrei projetos sociais que nem o nome completo sabia dizer, muito menos o CPF. Não conseguia dizer a quantidade de pessoas que são ajudadas e quais são os seus principais problemas. Nunca acessaram o Portal da Transparência para saber um pouco mais sobre quem está ajudando rotineiramente.

Sem registro sem história. Tudo se vai com o vento.

“A tecnologia vem para somar e impulsionar nosso trabalho. Se as grandes empresas usam, nós também podemos usar.”

Ao preencher uma ficha da Pátria Voluntaria tudo que eles queriam saber eu já tinha em mãos. Quantas crianças participam do projeto? Quantos idosos? Pessoas com deficiência? Quais as necessidades? Nome e CPF de todas as famílias? Consegue fazer uma prestação de contas? Sim e sim, entrego no mesmo dia o meu relatório.

Depois precisamos de um prontuário onde podemos registrar cada interação e conversa com cada uma delas. As necessidades de cada uma, os problemas e dificuldades? Ela está evoluindo ou piorando? Ate pontos podemos dar para os acertos delas. Sim, devemos reconhecer seus acertos.

Registramos em forma de fila os pedidos de móveis e eletrodomésticos, assim, quando chegarem tudo será entregue organizadamente.

Avaliações e Pesquisa Quantitativa

Anualmente fazemos uma pesquisa quantitativa e identificamos as condições das famílias, evoluções, condições da comunidade, aptidões e conhecimento de cada um.

Risco Coelho Savassi para medir se é um problema de saúde pública. Registro realizado em  2019.

Pesquisa baseada no estudo da PUCRS sobre o cotidiano de uma comunidade de periferia. Registro realizado em 2021.

Algumas perguntas relevantes que precisamos saber:

– Já ouviu comentários sobre alguma criança que sofreu abuso infantil?

– Já ouviu falar sobre alguma mulher que sofreu violência doméstica?

– Já presenciou uma violência doméstica?

– Já presenciou uma violência com faca, arma ou socos?

– Já viu alguém sendo preso?

– Considera perigoso onde mora?

– Onde mora, é rotineiro pessoas brigarem ou gritarem?

– Já presenciou uma mãe bebendo na frente do seu filho?

– Já presenciou um adulto batendo em uma criança?

– Você considera a escola dos seus filhos um ambiente violento?

– Sua rua é mal iluminada?

Com isso podemos entender mais o contexto e promover ações voltadas as necessidades latentes da comunidade. Precisamos entender a comunidade para ajuda-la.

Acompanhar: KanBan e Os Cinco Pilares

Trazemos a gestão corporativa para dentro do projeto social e assim podemos ajudar mais efetivamente as pessoas. Identificamos os pontos a serem trabalhados e em formato Kanban podemos dizer o que está sendo realizado ou não para melhorar sua condição de vida.

O Pr. Lindoval do Instituto Casa Viva me compartilhou uma visão chamada OS CINCOS PILARES: Atender, Acolher, Suprir, Capacitar e Desenvolver. O intuito é sair do básico e ajudar ao ponto de capacitar e desenvolver, pois o trabalho é bem sucedido não quando o usuário entra, mas quando ele sai. Quando são impulsionados a voar, então nós vencemos.

Através da tecnologia, inovação e conhecimento podemos ter respostas e fazer algo a mais. Se a tecnologia é fundamental nas grandes empresas, muito mais nas comunidades carentes.

Gestão na Palma da Mão

Fizemos uma central de atendimento durante a pandemia e ajudamos 1200 famílias durante cinco meses, as famílias foram cadastradas e gerenciadas. Tudo devidamente registrado.

A tecnologia vem para somar e impulsionar nosso trabalho. Se as grandes empresas usam, nós também podemos usar.

Ajuda Tecnológica 

Vale a pena conhecer também a TecnoSoup. A TechSoup Brasil é um projeto que oferece Softwares e ferramentas tecnológicas exclusivamente para organizações sem fins lucrativos, através de parcerias com grandes empresas de tecnologia. É possível adquirir sistemas e soluções gratuitamente ou por um percentual do valor.

Uma ferramenta muito útil também é o Google Ads e assim promover o seu projeto social de forma eficiente e alcançar novos doadores.

Falamos sobre gestão em nosso curso de voluntariado. Conheça o nosso treinamento VOLUNTARIADO INTELIGENTE 2.0. São mais de 50 aulas sobre voluntariado e projeto sociais em comunidades. Clique e saiba mais sobre esse curso que mudará sua maneira de pensar sobre obra social.

Moisés Nogueira de Faria @moisesnogueiraoficial
Presidente da Corrente do Bem Brasília / Generosidade.org