E SE VOCÊ TIVESSE ESSA OPORTUNIDADE?

dsc_3877

Foi uma questão de oportunidade, nos agarramos com unhas e dentes e temos perseverado até hoje. Não foram fáceis todos esses anos, por muitas vezes pensando em parar pela falta de recursos e apoio, mas felizmente isso nunca aconteceu.

E que oportunidade foi essa? Fazer o bem. Não tinhas dinheiro e nem tempo, na verdade ainda não temos, mas isso nunca foi empecilho para nós.  Pelo jeito não é problema pra muita gente também, pois cada dia que passa mais pessoas unem-se a nós.

É uma oportunidade que não podemos deixar passar, hoje conseguimos contemplar o tamanho do seu beneficio. Quando chegamos ao Sol Nascente somos recebidos com sorrisos e abraços e vivenciamos uma manhã abençoada junto à pessoas que nos querem bem. Eles ficam esperando a nossa chegada e quando avizinhamos se alegram. Depois de tantos anos representamos mais que doações e alimentos, elas gostam de conversar conosco, pegamos as crianças no colo e podemos vivenciar um tempo precioso junto com todos. Lá não ficamos olhando a ultima mensagem do WhatsApp e nem notícias na internet, tem muita coisa acontecendo fora da telinha.

dsc_4058

É uma oportunidade de parar o relógio e se alegrar com a riqueza da vida: gente. São pessoas simples que nos transportam para esse mundo descomplicado. Então temos o privilegio de fazer a diferença nas vidas de famílias inteiras que às vezes com muito pouco é possível realizar. Nesse sábado revi a Soraia, já passou dos sete anos, a primeira vez que nos encontramos foi na casa da Shirley há alguns anos. Ela continua com o mesmo sorriso e adorando tirar fotos, abraçou-me apertado novamente e com um belo sorriso passou um tempo conversando comigo. Conhecemos a filha da Rafaela, a mais nova integrante da família e ainda demos uma salva de palmas para o Índio, pois, não é comum ter duas netas nascendo de filhas diferentes no mesmo mês. Ele ficou feliz.

Ainda foi feito o aniversário da Sofia, ela comumente é vista levada pela mãe em seu carrinho de compras, e nesse dia especial ela teve um aniversário de princesa. Sua mãe Fabiane chorou ao ver a alegria da sua filha diante de uma festa completa e linda. Teve muito bolo, cachorro quente, refrigerantes e criançada para comemorar.

Todos sabem que fazer o bem faz bem. Então lá praticamos isso e somos abençoados, voltamos felizes e satisfeitos por tudo que doamos e recebemos, já com expectativas de como será a próxima.

dsc_4485

Que surjam mais oportunidades de fazer o bem não somente para nós, mas para você também. A Corrente do Bem Brasília quer viabilizar essa oportunidade de “fazer o bem”, pois tudo que é bom precisa ser compartilhado. Jesus já disse: “Dê de graça o que recebeu de graça”. Se agarre com unhas e dentes a essa oportunidade de fazer o bem e será feliz como nós.

Moisés Nogueira de Faria
Gestor da CBB, Voluntário e Doador

 

Compartilhe com os Amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •